Compartilhe

Apoio e fomento aos projetos de desenvolvimento e estruturação do turismo foram temas de Fórum, em Blumenau

Publicado em 06/09/2018 às 18:58 - Atualizado em 06/09/2018 às 18:58

Fórum Prodetur +Turismo, realizado dia 6 de setembro de 2018, na AMMVI, em Blumenau/SC. Baixar Imagem

A AMMVI, o Ministério do Turismo (MTur) e a Instância de Governança Regional do Turismo realizaram nesta quinta-feira (6), em Blumenau, um painel com cerca de 100 gestores do turismo da região do Vale do Itajaí e de empreendimentos que desejam investir em infraestrutura e expansão dos negócios do turismo regional. O coordenador geral de Planejamento Territorial do Turismo do MTur, Eduardo Madeira, apresentou as diretrizes do programa Prodetur +Turismo, linha de crédito do BNDES no valor de R$ 5 bilhões voltada para projetos de infraestrutura pública e empreendimentos privados.

Madeira também falou sobre o Fungetur, um fundo com recursos exclusivos para micro e pequenos empreendedores. Para acessar os dois programas de crédito, o município precisa integrar uma região turística do Mapa do Turismo Brasileiro. A ferramenta do Ministério do Turismo é um instrumento que prioriza as políticas e programas da Pasta e o direcionamento de recursos aos municípios que têm o turismo como alternativa de desenvolvimento econômico.

Já os projetos privados precisam de registro no Cadastur - Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos do Ministério do Turismo. O Selo + Turismo, concedido pelo MTur na análise dos projetos que atendem aos critérios do Prodetur, assegura prioridade na tramitação das propostas pelo BNDES. Já o Fungetur é operado por diferentes agentes financeiros, a exemplo do Banco Regional do Extremo Sul (BRDE).

Ainda em Blumenau, foram prestados atendimentos individualizados a 15 empreendedores e gestores públicos, a maioria da região turística do Vale Europeu. Eles apresentaram projetos e discutiram propostas que somam cerca de R$ 200 milhões e que serão analisadas pelo MTur, BNDES e BRDE. “São projetos integrados que coincidem com a nossa proposta de desenvolvimento do turismo. As prefeituras apresentando suas propostas de infraestrutura turística para os municípios e os empresários discutindo o financiamento de projetos privados, ampliando a oferta de serviços e o turismo da região”, destacou Madeira. O Sebrae também participou da ação integrada com o Ministério do Turismo para elaboração dos estudos de viabilidade econômica e elaboração dos projetos.

Para o presidente da AMMVI, Jean Michel Grundmann, prefeito de Benedito Novo, o poder público e a iniciativa privada devem se unir para buscar alternativas de financiamento para os empreendimentos e para aprimorar a gestão pública do turismo. “A construção de políticas públicas na área turística contribui para a geração de emprego e renda à população local. Além disso, este segmento é um importante propulsor para o desenvolvimento local”, observa Grundmann.

O evento contou com a parceria da Prefeitura de Gaspar e o apoio do BNDES, BRDE e Sebrae.

Com informações da Ascom do Ministério do Turismo.


Rua Alberto Stein, 466, Bairro Velha, Blumenau - SC
CEP: 89036-200